Sugestões New Woman: 3 livros para ler no fim-de-semana

Guerlain apresenta uma edição excecional da fragrância Cherry Blossom   
24 de Março, 2023
Conhece os benefícios do famoso gel que vem sempre a acompanhar uns sapatos novos?  
24 de Março, 2023

Sugestões New Woman: 3 livros para ler no fim-de-semana

Créditos de imagem: Frank Augustein/AP Photo/Picture Alliance

Com a chegada de “O Desertor”, de Abdulrazak Gurnah, às livrarias portuguesas, decidimos trazer-lhe as obras do Prémio Nobel da Literatura.

Abdulrazak Gurnah é um escritor tanzaniano que escreve sobre os períodos conturbados que assombraram a África de Leste durante o colonialismo. Nas suas obras, o autor de 74 anos relata com extrema precisão as dificuldades que os refugiados passaram, pois ele foi um deles, e a realidade daquela região durante a altura em que os países europeus como a Alemanha ou a Inglaterra lá governaram.

O escritor natural de Zanzibar venceu o Prémio Nobel da Literatura de 2021 e os seus livros começaram, em 2022, a ser traduzidos para português, entrando assim no mercado luso e trazendo-nos a possibilidade de conhecermos as experiências e realidades desses povos africanos que nem sempre têm o destaque que merecem.

Paraíso

Créditos de imagem: Bertrand

Em “Paraíso“, Gurnah traz-nos a história de Yusuf, um rapaz que aos 12 anos foi vendido pelo seu pai a Aziz, um comerciante rico, e a quem passou a tratar por tio. Enquanto escravo de Aziz, o jovem é enviado numa perigosa expedição comercial ao interior do continente africano, onde é testado ao ser confrontado com várias situações perigosas no seu percurso ao longo de uma paisagem bela e selvagem.

Nesta aventura pelo tenebroso coração do continente africano, Yusuf passa por territórios povoados por tribos hostis, encontra-se com gente dos continentes vizinhos – comerciantes indianos e agricultores europeus – enquanto se depara com a realidade do paraíso selvagem que era África em vésperas da Primeira Guerra Mundial.

Esta ficção histórica alia-se ao romance e literatura de viagens num mosaico de mitos, sonhos, tradições bíblicas e corânicas, descrevendo as feridas vivas de um continente em vias de ser colonizado.

“Paraíso” foi publicado em 1994, tendo sido finalista do Booker Prize e do Whitbread Award. Este romance foi o que projetou Abdulrazak Gurnah para o palco internacional.

O Desertor

Créditos de imagem: Bertrand

O Desertor” conta-nos a história de Hassanali, um rapaz que numa manhã como qualquer outra está a caminho da mesquita e encontra um forasteiro branco, vindo do deserto, que desaba a seus pés. O jovem decide ajudá-lo levando-o para casa de um oficial inglês.

Martin Pearce, o homem que ele ajudou é um explorador e orientalista inglês, e foi salvo por Hassanali. Quando volta para lhe agradecer acaba por conhecer a sua irmã, Rehana, com quem viverá uma história de amor proibido.

Nesta obra percebe-se bastante bem a complexidade do ambiente social, religioso e cultural que se vivia na África Oriental durante o período colonial. Abdulrazak Gurnah recorre a duas histórias de amor, separadas pelo tempo, mas que partilham o mesmo desfecho, para mostrar o complexo mosaico que é aquela zona do mundo.

Vidas Seguintes

Créditos de imagem: Bertrand

Em “Vidas Seguintes“, o jovem Ilyas chega a uma pequena cidade costeira depois de ter fugido da aldeia onde nasceu, onde a pobreza, a fome e as doenças fustigam o seu povo. Na cidade, Ilyas assiste a um desfile da Schutztruppe, a feroz tropa de proteção da África Oriental Alemã, à qual, anos mais tarde – quando a guerra entre a Inglaterra e a Alemanha para inevitável – se decide juntar. Para se alistar, Ilyas tem de abandonar a sua irmã mais nova, Afiya, mas promete-lhe voltar em breve.

Com o romper da guerra, a promessa fica por cumprir e Afyia fica sem saber onde o irmão está ou se estará vivo. Entretanto, a jovem que agora já é mulher, conhece Hamza, um desertor generoso e sonhador que conseguiu escapar os horrores da guerra e com quem acaba por viver um amor improvável.

Conheça outras sugestões de livros aqui.

Lexus LC Cabrio NewWoman Portugal
Lexus LC Cabrio NewWoman Portugal
Lexus-LC-Cabrio_NewWomanPT_Leaderboard
Lexus-LC-Cabrio_NewWomanPT_Leaderboard