O que é que acontece se consumir um alimento com bolor?

Fã da Pequena Sereia? KIKO Milano junta-se à Disney e criar coleção cheia de brilho e cor
10 de Maio, 2023
Campanha Baby Zippy está de volta com testes gratuitos
11 de Maio, 2023

O que é que acontece se consumir um alimento com bolor?

Mantenha longe da vista, longe do coração e, naturalmente, longe da boca.

Quando comida com bolor salta à vista, além de provocar uma careta, é-lhe de imediato alterado o destino e, ao invés de seguir rumo ao estômago, ganha boleia até ao lixo. No entanto, há quem não consiga dizer que nunca ingeriu um produto com vestígios de bolor, ainda que tenha sido acidentalmente.

De acordo com Gabriela Ruiz, cirurgiã bariátrica, é improvável que a ingestão de uma pequena quantidade de bolor tenha consequências. No entanto, não somos todos iguais e a cirurgiã acrescentou que, embora não seja recorrente, há a possibilidade de resultar em distúrbios gastrointestinais, tais como diarreia, náuseas, vómitos ou cólicas abdominais. Em casos mais graves, apesar de raros, podem registar-se reações alérgicas, explicou em declarações à revista Best Life.

Cortar o bolor e aproveitar o que resta ou deitar fora?

O Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) aconselha a despedirmos-nos do alimento, quer seja pão, geleias, patés, frutas e legumes, entre outros. Isto porque, embora a nossa visão só consiga ver o bolor à superfície da comida, as “raízes” do fungo podem já ter conquistado um maior território, tendo-se espalhado pelo produto, sem que seja visível a olho nu, e acabam consequentemente por contaminar todo o alimento.

Neste sentido, no meio tempo entre detetarmos a existência de bolor e deitarmos a comida para o lixo, o mais indicado a fazer é não cheirar , uma vez que pode causar problemas respiratórios. Posteriormente, deve-se limpar o local onde o alimento se encontrava e confirmar que comidas que estavam próximas não foram afetadas, tendo em conta que o bolor rapidamente faz amizade com fruta e vegetais e propaga-se.

O que pode (e deve fazer) para minimizar o risco de aparecimento de mofo?

Quer no frigorífico, nas prateleiras, bem como, em panos da cozinha ou nas paredes de casa – que também acumulam mofo –, o importante é não criar condições para que a humidade se instale. Por este motivo, esponjas, toalhas ou esfregões devem manter-se secos e limpos, à semelhança dos locais onde se armazenam os alimentos.

Lexus LC Cabrio NewWoman Portugal
Lexus LC Cabrio NewWoman Portugal
Lexus-LC-Cabrio_NewWomanPT_Leaderboard
Lexus-LC-Cabrio_NewWomanPT_Leaderboard