Cartier convida-nos a sonhar com a renovada loja em Paris

Adeus pele seca! Conheça as 5 dicas para uma pele glowy no inverno
9 de Janeiro, 2023
Cozinha Continente abre novo restaurante
9 de Janeiro, 2023

Cartier convida-nos a sonhar com a renovada loja em Paris

Laura González foi a designer escolhida para elaborar o quinto andar da nova Cartier e conta-nos como foi trabalhar com a icónica marca.

“Um maravilhoso parque infantil criativo, com intimidade de delicadeza como fios comuns”, é como descreve Laura González, à Vogue, a ideia por detrás do seu trabalho no renovado edifício da Cartier.

Localizada na 13 rue de la Paix em Paris desde 1899, a emblemática boutique conta com cinco andares que combinam os diferentes pontos de vista dos designers que colaboraram com La Maison para criar uma narrativa contemporânea ao estilo da icónica marca de joalharia.

A lendária fachada em mármore preto do edifício é imagem de marca da lendária boutique, e foi mantida intacta, de forma a homenagear a loja que é considerada por muitos o ponto de partida da Cartier no seu caminho para o sucesso mundial que hoje lhe reconhecemos.

O interior, no entanto, foi cuidadosamente redesenhado de forma a criar uma catedral em honra de Louis Cartier, o fundador da marca. A entrada foi renovada de forma a emular a beleza dos típicos pátios parisienses, transportando-nos para as raízes da Maison sem sairmos do hall de entrada. Desde que pomos um pé dentro do edifício que somos atingidos com a grandiosidade da Cartier, sendo imersos nas suas criações, códigos estilísticos, áreas de expressão, partilhando das suas inspirações e histórias.

O teto de vidro ilumina todo o edifício, relevando em todos os andares os aspetos e elementos mais importantes por detrás do conceito de cada um deles, todos relacionados com algum elemento histórico que marcou a Maison.

“O fio condutor comum a cada um de nós foram as referências aos motivos e cores emblemáticos da casa, reinterpretados com o nosso próprio olhar e o nosso próprio universo”, explicou Laura González, à Vogue, demonstrando a coordenação que houve entre os designers e arquitetos encarregues por cada piso. A ligação às raízes francesas da Cartier que estão presentes em todas as boutiques da marca também é um elemento central da mais recente loja.

O quinto e último andar é composto por uma residência (La Residence) – um espaço para refeições, quartos, sala de jantar, sala de estar, uma grande cozinha e um jardim de inverno – e foi confiado a Laura González para que esta fizesse a sua magia no que toca à decoração destes espaços. Este andar é também onde são guardados os arquivos da Cartier.

“A residência é um espaço muito único e íntimo na rue de la Paix 13 que contrasta com o resto do edifício em termos da sua finalidade e volumes. Foi necessária uma abordagem diferente que jogou com contrapontos e surpresas”, diz Laura González. A designer já trabalhou com a marca noutras ocasiões e gosta especialmente destes projetos onde pode libertar a sua criatividade e dar aso à imaginação. “Este apartamento, que parece estar suspenso nas nuvens, tem sido um maravilhoso recreio criativo, com intimidade e delicadeza como os fios comuns”, completa a designer.

O conceito por detrás de La Residence permite-nos mergulhar no universo singular da Cartier, repleto de poesia, elegância e alegria, celebrando a arte presente na icónica cidade francesa. A atenção aos detalhes e o romance que apaixonam tantos visitantes reflete-se nos elementos escolhidos por Laura González, através dos tetos abobadados, tipicos da arquitetura local, bem como a serralharia, a carpintaria e a marcenaria que compõem marcos centrais da cultura francesa.

As cores selecionadas para o último andar complementam a decoração vegetal que se estende pelo teto do edifício e decoram ao seu exterior. A sala está decorada com elementos artesanais criados por Laura González em colaboração com o atelier Ateliers Gohard e Lucie Touré. As paredes estão cobertas de veludos e seda bordada com papel ou guirlandas de ramos inteiramente feitas de vidro. O chão é composto por bonitos mosaicos da autoria de Pierre Mesguish. O mosaicista também concebeu o chão do jardim de inverno. Entre todos os elementos destaca-se a tela em tecido na sala de jantar que foi pintada de forma a replicar a flora presente nas coleções da casa.

Tanto neste andar, como em todos os outros, existem referências às criações da Maison, mas acima de tudo alusões artísticas a Jeanne Toussaint, a icónica diretora criativa da marca e autora da famosa pantera Cartier.

“O seu trabalho para Cartier é histórico e excepcional, por isso, para mim, foi central. Ele foi uma das minhas primeiras inspirações para o meu projecto”, diz Laura.

Créditos das imagens: Vogue Espanha

Lexus LC Cabrio NewWoman Portugal
Lexus LC Cabrio NewWoman Portugal
Lexus-LC-Cabrio_NewWomanPT_Leaderboard
Lexus-LC-Cabrio_NewWomanPT_Leaderboard