15 ideias para poupar neste Natal

Sugestões New Woman: 3 receitas para este feriado
7 de Dezembro, 2022
Não são 100 festas… mas há festas no 100 Maneiras
9 de Dezembro, 2022

15 ideias para poupar neste Natal

Precisa de ideias para poupar neste Natal? Reunimos 15 dicas para que não gaste tanto com a ceia, as prendas e a decoração.

Com a inflação a ter cada vez mais impacto na carteira das famílias portuguesas, este ano, mais do que nunca, é essencial encontrarmos formas de poupar no Natal.

época natalícia é, para a maior parte das famílias, uma altura mágica e de reunião. E mesmo num contexto de maiores constrangimentos, é possível manter a magia, adotando algumas estratégias para conter os gastos com a ceia, decoração e presentes. Neste artigo damos-lhe 15 ideias para que consiga gastar menos dinheiro neste Natal.

Poupar na mesa e ceia de Natal 

1. Evite comida já feita 

Para poupar com a alimentação neste dia evite comprar comida já feita. Além de ser mais cara, temos mais tendência a comprar em maior quantidade, devido à grande variedade de produtos expostos nesta época. 

Comprar os ingredientes para cozinhar a comida – entradas, pratos principais ou sobremesas – ficará mais barato do que comprar tudo já pronto nos hipermercados. 

Junte a família na cozinha e seja criativo. Conseguirá poupar dinheiro, evitar os excessos e ainda criar um momento divertido em família.

2. Substitua alimentos tradicionais 

Há alimentos com presença quase obrigatória na ceia de Natal. No entanto, o preço de muitos deles aumentou significativamente nos últimos meses, como é o caso, por exemplo, do camarão.

Pode sempre encontrar alternativas para substituir estes alimentos. No caso do camarão, pode optar por entradas mais simples e que fiquem mais em conta como pão, carnes frias ou frutos secos. 

3. Reinvente receitas 

bacalhau é outro exemplo de um alimento cujo preço aumentou significativamente. Mas também neste caso é possível poupar. Porque não substituir os lombos de bacalhau por bacalhau desfiado e reinventar a receita tradicional? Optando por um bacalhau com natas, por exemplo. 

Se optar por bacalhau salgado, em vez de bacalhau congelado, também pode ficar mais em conta para que a ceia de Natal não tenha tanto impacto na carteira. 

4. Divida o mal pelas aldeias 

Se a ceia de Natal vai ser em sua casa, isso não significa que tenha de ficar com todos os encargos. Caso ainda não o faça, este ano é a altura ideal para pedir à sua família que dividam o mal pelas aldeias

Podem decidir, por exemplo, que cada um trate de uma parte da ceia, pois assim o valor total fica dividido por todos e não custa tanto a quem organiza. 

5. Organização é a chave 

O truque para não gastar tanto na ceia de Natal é a organização prévia. É importante definir: o menu completo do jantar, que parte da família traz o quê (se assim decidirem), os ingredientes necessários numa lista para ir às compras e o orçamento com o valor máximo que pode gastar. 

Só organizando estes pontos e mantendo-se fiel a eles ao máximo, vai conseguir poupar mais este ano com a alimentação neste Natal. 

Poupar nas prendas de Natal 

6. Faça compras conscientes 

No momento de comprar as prendas de Natal que quer oferecer, pondere o fator sustentabilidade. Além de serem presentes amigos do ambiente, também acabam por ser amigos da carteira para um Natal mais sustentável.

Para que não faça compras por impulso ou compre prendas a mais comece por fazer uma lista com as pessoas a quem quer oferecer e que tipo de presentes. 

Depois, tente pensar em prendas que perdurem no tempo, com significado e valor para a pessoa, e não produtos que tenham pouca durabilidade. 

Ou então, em vez de oferecer produtos, ofereça experiências, como um bilhete para um espetáculo, uma massagem, um passeio de barco, atividades que pode comprar em pacotes da Odisseias, por exemplo.  

Pode ainda optar pelo DYI – Do It Yourself. Fazer as suas próprias prendas é mais sustentável e gasta menos dinheiro. Seja comida, pintura, costura, basta pegar na sua criatividade e construir algo que saiba que a pessoa poderá gostar, oferecendo uma lembrança útil e original. 

7. Organize o “amigo secreto” 

Para que não sejam oferecidas prendas em demasia, porque não fazer o “amigo secreto”? Este jogo consiste num sorteio entre as várias pessoas, em que cada uma fica encarregue de dar um presente a outra

Ou seja, cada pessoa só oferece um presente a outra, em vez de cada uma oferecer um a toda a gente. O valor máximo das prendas pode ser definido de antemão.

8. Ofereça prendas em grupo 

Em alternativa ao “amigo secreto”, pode oferecer prendas em grupo para que não se gaste tanto dinheiro em presentes. 

Isto é, por exemplo, numa família com três irmãos, em vez de cada um oferecer um presente aos pais, oferecem um só pelos três. Isto pode até ser útil no sentido em que, por ser dividido, conseguem oferecer um presente mais caro e com maior qualidade

Quanto mais pessoas incluir nas prendas de grupo, mais baixo será o preço dos presentes para cada um, sendo um bom negócio para todos. 

9. Reutilize sacos e papel de embrulho 

Porque não reutilizar os sacos e o papel de embrulho de um ano para o outro?  

Pode utilizar sacos de papel, mais sustentáveis, ou até sacos de pano, para que possa utilizar no ano seguinte. 

Relativamente ao papel de embrulho, sendo que muitas vezes é rasgado, é mais difícil de reutilizar. Mas para que não haja este gasto de papel, pode embrulhar em folhas de jornal, papel pardo, fitas de cetim ou até tecidos

Pessoa a embrulhar presentes de Natal

Leia ainda: Poupar nas prendas de Natal? Uma mão cheia de sugestões até 10 euros

10. Compare preços entre lojas

Um dos truques para encontrar produtos mais baratos, neste caso, para oferecer, é fazer uma comparação de preços entre as várias lojas.

Compare valores através de plataformas como o KuantoKusta que reúnem os preços do produto que procura em cada uma das lojas.  

11. Aposte num orçamento regrado 

Antes de partir para a sua busca das prendas de Natal, é importante que tenha um orçamento máximo do valor que quer gastar.  

Pode definir individualmente quanto quer gastar com cada pessoa/presente ou estipular logo um valor geral de quanto quer gastar com os presentes todos. Caso ultrapasse o valor que tinha definido para uma só pessoa, pode tentar poupar noutra. 

Seguindo este orçamento de forma regrada, sempre que fizer uma compra, tem uma noção do valor que ainda tem para as outras prendas. O essencial é que não ultrapasse o orçamento geral e consiga poupar nas prendas de Natal.

Poupar na decoração de Natal 

12. Construa a própria árvore de Natal 

Ao invés de gastar dinheiro com uma árvore de Natal, caso precise de uma, porque não construir a sua? Pode fazê-lo de inúmeras formas, basta dar asas à criatividade. 

Com vários materiais e objetos, é possível criar uma árvore original, como: madeira, tecidos, lã, papel, cartão, luzes, folhas de árvores, pinhas, entre outros. 

Pesquise na internet algumas sugestões para se inspirar e conseguir fazer a sua própria árvore de Natal de raiz. Além de poupar, vai, certamente, impressionar familiares e amigos. 

13. Reutilize decoração de outros anos 

Se o plano é poupar na decoração de Natal, se calhar comprar mais ornamentos é dispensável, pois o mais certo é que não precise. 

Pode reaproveitar as decorações dos anos anteriores, ou até mesmo enfeites de outras épocas que possa ter, e que se possam adequar ao Natal. 

Ou pode dar asas à imaginação e recriar os ornamentos que já tenha. Por exemplo, pintar as bolas de Natal de outros anos, com uma nova cor, colar brilhantes em ornamentos ou até decorar velas que já tenha, tornando-as natalícias. 

14. Compre atempadamente 

O que precisar de comprar deve ter a atenção de o fazer antecipadamente para garantir os melhores preços.

As lojas que vendem decoração de Natal vão fazendo promoções até ao dia, e é importante ir estando atento previamente para conseguir encontrar boas ofertas e gastar o menos possível. 

15. Opte por iluminação LED 

Para poupar na fatura da eletricidade e não gastar demasiado com as iluminações de Natal em sua casa este ano, o ideal é comprar luzes LED

A iluminação LED implica um investimento maior à partida, mas também é mais duradora, tem mais capacidade, é mais sustentável e pode reduzir o consumo energético em até 80%. 

Uma luz incandescente tradicional de 84 watts equivale a uma lâmpada LED de 36 watts, sendo que ambas fornecem o mesmo nível de luz. Ou seja, esta opção consome muito menos energia, e torna a casa mais eficiente.

Por isso, optar por luzes LED para a iluminação da sua decoração de Natal este ano pode representar uma poupança significativa ao final do mês na sua fatura de luz

Artigo por Doutor Finanças

Lexus LC Cabrio NewWoman Portugal
Lexus LC Cabrio NewWoman Portugal
Lexus-LC-Cabrio_NewWomanPT_Leaderboard
Lexus-LC-Cabrio_NewWomanPT_Leaderboard